8.7 C
Bruxelas
terça-feira, 20 de fevereiro de 2024
InternacionaisA China está trazendo para casa todos os pandas - embaixadores da amizade do...

A China está trazendo para casa todos os pandas – embaixadores da amizade dos EUA

AVISO LEGAL: As informações e opiniões reproduzidas nos artigos são de responsabilidade de quem as expressa. Publicação em The European Times não significa automaticamente o endosso do ponto de vista, mas o direito de expressá-lo.

TRADUÇÕES DE ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE: Todos os artigos deste site são publicados em inglês. As versões traduzidas são feitas por meio de um processo automatizado conhecido como traduções neurais. Em caso de dúvida, consulte sempre o artigo original. Obrigado pela compreensão.

Todos os pandas do mundo pertencem à China, mas Pequim aluga animais a países estrangeiros desde 1984.

Três pandas gigantes do Zoológico de Washington retornarão à China conforme programado em dezembro passado, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Mao Ning.

Ela foi questionada se a medida era um reflexo da deterioração do relacionamento entre os EUA e a China sob a chamada diplomacia do panda.

“Os pandas gigantes não são apenas o tesouro nacional da China, mas também são bem-vindos e amados por pessoas de todo o mundo, e podem ser considerados embaixadores e pontes de amizade.” <…> Estamos prontos para continuar a trabalhar com parceiros, incluindo os Estados Unidos, para fortalecer a cooperação no campo da proteção de espécies ameaçadas”, disse Mao Ning.

Os zoológicos de Atlanta, San Diego e Memphis já transferiram seus pandas de volta ou farão isso até o final do próximo ano, segundo a Bloomberg. Dessa forma, todos os pandas deixarão os EUA.

Em abril, Pequim levou Ya Ya, o panda do Zoológico de Memphis, que foi enviado aos Estados Unidos como embaixador da amizade em 2003.

O zoológico anunciou em dezembro de 2022 que devolveria Ya Ya à China, encerrando 20 anos de pesquisa colaborativa.

Em fevereiro, especialistas na China descobriram que ela tinha uma doença de pele que causava queda de cabelo, mas a saúde geral do panda era normal.

Todos os pandas do mundo pertencem à China, mas Pequim aluga animais a países estrangeiros desde 1984.

Esta ferramenta de diplomacia pública utilizada pela China para melhorar as relações com países estrangeiros é chamada de diplomacia panda.

Entre as razões não políticas para o regresso dos pandas está o facto de os pandas estarem a atingir a idade em que devem regressar à China: a partida de alguns animais teve de ser adiada devido à pandemia do coronavírus, observou a agência.

Além disso, em 2021, as autoridades chinesas baixaram o estado de conservação dos pandas de “ameaçados” para “vulneráveis”, à medida que a sua população na natureza começou a recuperar e atingiu 1.8 mil indivíduos.

A China já está a criar a sua própria rede de parques nacionais que podem já não exigir o envio de animais para o estrangeiro para reprodução e conservação, afirma o artigo.

Uma fonte da Bloomberg familiarizada com as conclusões do governo do presidente dos EUA, Joe Biden, sobre o assunto, disse que Washington planeja discutir o arrendamento dos pandas com Pequim antes que os animais do Zoológico de Washington viajem para a China.

Liu Pengu, porta-voz da embaixada chinesa em Washington, disse que os dois países estavam “discutindo a cooperação futura no campo da conservação e pesquisa do panda gigante”.

Questionado sobre as perspectivas de novas negociações, um porta-voz do Departamento de Estado disse à agência que o acordo sobre o panda não foi entre governos, mas entre o Zoológico Nacional e a Associação de Conservação da Vida Selvagem da China.

Ele enfatizou que a cooperação até agora é um “gesto de boa vontade de ambos os lados”.

Os pandas Mei Xiang e Tian Tian chegaram ao Zoológico de Washington em 2000 como parte de um acordo entre o zoológico e a Associação de Vida Selvagem da China.

A dupla deveria ficar por dez anos para um programa de pesquisa e melhoramento, mas o acordo com a China foi prorrogado diversas vezes.

Em 21 de agosto de 2020, o casal deu à luz um filhote macho chamado Xiao Qi Ji, e no mesmo ano o zoológico anunciou que havia assinado outra prorrogação de três anos para manter os três pandas até o final de 2023.

Foto ilustrativa de Diana Silaraja: https://www.pexels.com/photo/photo-of-panda-and-cub-playing-1661535/

- Propaganda -

Mais do autor

- CONTEÚDO EXCLUSIVO -local_img
- Propaganda -
- Propaganda -
- Propaganda -local_img
- Propaganda -

Deve ler

Artigos Mais Recentes

- Propaganda -