15.8 C
Bruxelas
Monday, May 20, 2024
SaúdeO consumo de cannabis durante a gravidez está associado ao aumento do risco de problemas de saúde mental...

Consumo de cannabis durante a gravidez está associado ao aumento do risco de problemas de saúde mental em crianças

AVISO LEGAL: As informações e opiniões reproduzidas nos artigos são de responsabilidade de quem as expressa. Publicação em The European Times não significa automaticamente o endosso do ponto de vista, mas o direito de expressá-lo.

TRADUÇÕES DE ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE: Todos os artigos deste site são publicados em inglês. As versões traduzidas são feitas por meio de um processo automatizado conhecido como traduções neurais. Em caso de dúvida, consulte sempre o artigo original. Obrigado pela compreensão.

Um novo estudo apresentado no Congresso da Associação Europeia de Psiquiatria de 2024 revela uma associação significativa entre o transtorno por uso de cannabis pré-natal (CUD) e um risco aumentado de problemas específicos de saúde mental.

A cannabis continua a ser, de longe, a droga ilícita mais consumida na Europa. Estima-se que cerca de 1.3% dos adultos na União Europeia (3.7 milhões de pessoas) sejam consumidores diários ou quase diários de cannabis. Embora os homens tenham uma prevalência tipicamente mais elevada no que diz respeito ao consumo de cannabis, as estatísticas mais recentes mostram que as mulheres estão a alcançar os homens no consumo de drogas, especialmente na população mais jovem.

Há uma preocupação crescente relativamente ao aumento do consumo de cannabis observado entre as mulheres mais jovens na UE, especialmente entre as mulheres grávidas e lactantes. Esta preocupação é amplificada por estudos recentes que demonstraram que o conteúdo da substância psicoativa em canabis (THC) é atualmente cerca de 2 vezes superior ao que era há 15-20 anos, aumentando assim o risco de efeitos adversos para as mulheres jovens e os seus filhos após a utilização durante a gravidez.

Este estudo em grande escala, conduzido por pesquisadores da Universidade Curtin, na Austrália, analisou dados de mais de 222,000 mil pares de mães e filhos em Nova Gales do Sul, Austrália. A equipa de investigação utilizou uma abordagem inovadora, aproveitando dados interligados de registos de saúde, garantindo que tanto a exposição (CUD pré-natal) como os sintomas identificados de problemas de saúde mental fossem confirmados utilizando ferramentas de diagnóstico baseadas no sistema de classificação CID-10-AM.

O estudo descobriu que as crianças nascidas de mães com CUD pré-natal apresentavam um risco duplo de sintomas associados ao diagnóstico de TDAH e outros problemas de saúde mental em comparação com os filhos sem tal exposição. Um efeito de interação significativo também foi encontrado entre CUD pré-natal e tabagismo materno. Além disso, a pesquisa encontrou efeitos sinérgicos entre a CUD pré-natal e outras complicações da gravidez, como baixo peso ao nascer e parto prematuro e potencialmente o desenvolvimento dos mesmos problemas de saúde mental.

Estas conclusões destacam as potenciais consequências a longo prazo do consumo de cannabis durante a gravidez e sublinham a importância de estratégias preventivas.

A professora Rosa Alati, diretora da Curtin School of Population Health e autora sênior do estudo, observou: “Essas descobertas destacam a necessidade de aumentar a conscientização sobre os riscos associados ao uso de cannabis durante a gravidez entre as mulheres que planejam engravidar”.

“Este estudo é único porque utiliza dados interligados com diagnósticos confirmados, fornecendo uma imagem mais robusta dos riscos potenciais associados ao uso pré-natal de cannabis. Os resultados sublinham a necessidade de campanhas de educação em saúde pública e intervenções clínicas para aumentar a consciencialização sobre os riscos potenciais do consumo de cannabis durante a gravidez e para apoiar as mulheres na tomada de decisões informadas sobre a sua saúde e o bem-estar dos seus filhos”, explica o Dr. Julian Beezhold. o Secretário Geral da Associação Europeia de Psiquiatria.

- Propaganda -

Mais do autor

- CONTEÚDO EXCLUSIVO -local_img
- Propaganda -
- Propaganda -
- Propaganda -local_img
- Propaganda -

Deve ler

Artigos Mais Recentes

- Propaganda -